Por causa da pandemia, está havendo mais demora nas entregas. Agradecemos pela compreensão de todos.

O texto ágil e forte de Desvio, romance de estreia de Juan Francisco Moretti, pode ser lido como o pesadelo de um jovem de classe média dos anos 2000 às voltas com a degradação do amor, da memória e das grandes paixões. Apegado ao Twitter, ao Facebook, ao Google, ao GPS e ao smartphone, o narrador (que poderia muito bem ser um personagem de Beckett ou de J. D. Salinger navegando pelo século 21) é obrigado a lidar com formas inesperadas de violência depois de ver sua tartaruga de estimação atacada por um gato. ​

Misto da agressividade desaforada de Chuck Palahniuk (Clube da luta) com a ironia cáustica de Bret Easton Ellis (Psicopata americano), Desvio surge como um remix de humor e drama que flerta com a nostalgia dos anos 90 para contar a epopeia mais trivial de uma geração em uma Buenos Aires que às vezes lembra uma versão industrializada, superpopulosa e gentrificada da cruel São Geraldo de Clarice Lispector (A cidade sitiada). É, acima de tudo, um romance de aventuras próprio de nossos tempos.​

A narrativa potente de Moretti explora os limites entre realidade e delírio e convoca o ritmo da oralidade para mostrar, com um lirismo brutal, que o papel da literatura e da arte nem sempre é o de confortar — traço comum na literatura visceral que vem sendo produzida pela nova geração de escritores latino-americanos.​

Dando continuidade à proposta da PONTOEDITA de promover um diálogo entre a literatura e outras artes a partir de projetos gráficos específicos que exploram a relação entre imagem, formato e concepção poética/narrativa, o livro traz uma intervenção artística original do cantor e compositor Thiago Pethit e um texto inédito do músico e ex-VJ da MTV Brasil Luiz Thunderbird, além de uma série de imagens criadas por Pedro Monfort a partir da manipulação e ressignificação de fotografias originais de Buenos Aires. A tradução é de Thaís Soranzo, mestre em Teoria e História Literária pela Unicamp, e a edição traz também um posfácio inédito do autor.
 

Desvio é o livro nº 3 da PONTOEDITA.

 


FICHA TÉCNICA

 

Título: Desvio Autor: Juan Francisco Moretti Tradutora: Thaís Soranzo Apresentação: Bruno Cappello Intervenções artísticas: Thiago Pethit e Luiz Thunderbird Imagens: Pedro Monfort ISBN 978-65-991898-0-7 Idioma: português Dimensão: 23 x 16 cm Imagens 45 Edição: 1ª Ano de publicação: 2020 Acabamento: capa dura com serigrafia em papel especial e fitilho marcador Número de páginas: 192

Este livro tem quatro capas diferentes. Não é possível escolher a cor.


 

Sobre o autor

Juan Francisco Moretti nasceu em 1988 em Buenos Aires. Destaque da cena independente portenha, foi considerado pelo La Nación uma das vozes mais instigantes da nova geração de escritores latino-americanos. Poeta de reconhecimento ascendente no circuito de poesia oral, escreve também pequenos contos e peças teatrais, é professor de língua e literatura e tem um programa de rádio. Desvio é sua estreia na prosa mais longa e o livro nº 3 da PONTOEDITA.

 


 

 

Desvio - Juan Francisco Moretti

R$79,90
Desvio - Juan Francisco Moretti R$79,90
Sucesso! Você tem frete grátis
Frete grátis a partir de R$150,00
Entregas para o CEP:

Frete grátis a partir de R$150,00

O texto ágil e forte de Desvio, romance de estreia de Juan Francisco Moretti, pode ser lido como o pesadelo de um jovem de classe média dos anos 2000 às voltas com a degradação do amor, da memória e das grandes paixões. Apegado ao Twitter, ao Facebook, ao Google, ao GPS e ao smartphone, o narrador (que poderia muito bem ser um personagem de Beckett ou de J. D. Salinger navegando pelo século 21) é obrigado a lidar com formas inesperadas de violência depois de ver sua tartaruga de estimação atacada por um gato. ​

Misto da agressividade desaforada de Chuck Palahniuk (Clube da luta) com a ironia cáustica de Bret Easton Ellis (Psicopata americano), Desvio surge como um remix de humor e drama que flerta com a nostalgia dos anos 90 para contar a epopeia mais trivial de uma geração em uma Buenos Aires que às vezes lembra uma versão industrializada, superpopulosa e gentrificada da cruel São Geraldo de Clarice Lispector (A cidade sitiada). É, acima de tudo, um romance de aventuras próprio de nossos tempos.​

A narrativa potente de Moretti explora os limites entre realidade e delírio e convoca o ritmo da oralidade para mostrar, com um lirismo brutal, que o papel da literatura e da arte nem sempre é o de confortar — traço comum na literatura visceral que vem sendo produzida pela nova geração de escritores latino-americanos.​

Dando continuidade à proposta da PONTOEDITA de promover um diálogo entre a literatura e outras artes a partir de projetos gráficos específicos que exploram a relação entre imagem, formato e concepção poética/narrativa, o livro traz uma intervenção artística original do cantor e compositor Thiago Pethit e um texto inédito do músico e ex-VJ da MTV Brasil Luiz Thunderbird, além de uma série de imagens criadas por Pedro Monfort a partir da manipulação e ressignificação de fotografias originais de Buenos Aires. A tradução é de Thaís Soranzo, mestre em Teoria e História Literária pela Unicamp, e a edição traz também um posfácio inédito do autor.
 

Desvio é o livro nº 3 da PONTOEDITA.

 


FICHA TÉCNICA

 

Título: Desvio Autor: Juan Francisco Moretti Tradutora: Thaís Soranzo Apresentação: Bruno Cappello Intervenções artísticas: Thiago Pethit e Luiz Thunderbird Imagens: Pedro Monfort ISBN 978-65-991898-0-7 Idioma: português Dimensão: 23 x 16 cm Imagens 45 Edição: 1ª Ano de publicação: 2020 Acabamento: capa dura com serigrafia em papel especial e fitilho marcador Número de páginas: 192

Este livro tem quatro capas diferentes. Não é possível escolher a cor.


 

Sobre o autor

Juan Francisco Moretti nasceu em 1988 em Buenos Aires. Destaque da cena independente portenha, foi considerado pelo La Nación uma das vozes mais instigantes da nova geração de escritores latino-americanos. Poeta de reconhecimento ascendente no circuito de poesia oral, escreve também pequenos contos e peças teatrais, é professor de língua e literatura e tem um programa de rádio. Desvio é sua estreia na prosa mais longa e o livro nº 3 da PONTOEDITA.